Como saber se um site é confiável ou não


Aqui vai mais um post sobre como estar seguro na internet. Desta vez a dica é para saber se um site é confiável ou não. Como foi comentado no post sobre roubos de dados na internet, um pequeno deslize pode expor informações pessoais, fotos, dados bancários e tudo o que estiver armazenado no seu computador. Mas como se proteger e evitar essas situações? Veja essas dicas simples que podem ajudar você a ficar mais atento.

1. Verifique a extensão do site
Se você está acessando o site do seu banco, por exemplo, e o endereço é estranho (o mais comum seria www.nomedobanco.com.br), então há boas chances de ser um site fraudulento. Outro detalhe que pode ajudar é verificar se um site tem a extensão .gov (de governos), .edu (instituições educacionais), ou até .mil (militar). Os sites dessas extensões são analisados antes de serem publicados na web, o que garante segurança.

2. Pesquise o nome do site
Essa dica é especialmente boa para quem faz compras online e não sabe se deve confiar na loja. Converse com pessoas que já compraram naquele site e veja se a empresa cumpre o que promete, seja com prazos ou qualidade do produto. Procure pelo nome do site em buscadores como o Google, e depois faça uma busca pelo nome do domínio. Os resultados de ambas as pesquisas podem dar a você uma pista sobre o que outras pessoas falaram sobre o site.

3. Procure por um autor ou por sua popularidade
Se o autor do site não pode ser contatado ou não há nenhum registro sobre ele, o endereço pode ser considerado duvidoso. Procure também pela sessão “sobre” (ou about) dentro do site para ler mais informações a respeito.

4. Verifique se o site faz parte de um portal
O fato de um site estar associado a outros sites que têm boa reputação aumentam as chances do endereço ser confiável.

5. Analise sites profissionais
Apesar de não ser regra, o visual é importante para fazer com que você sinta confiança na empresa. Portanto, tente analisar o design e estrutura do site e veja se foi feita de forma profissional.

6. Protegendo meu pagamento
Embora pouca gente saiba, pessoas físicas também podem gerar boletos. Com isso, alguns sites falsos utilizam a crença da segurança por trás do documento para confundir outros usuários. Serviços como PayPal e PagSeguro são algumas garantias de que compra é segura. Como eles fazem a mediação do pagamento, o dinheiro só vai ser liberado ao vendedor caso o produto seja entregue. Dessa forma, as chances de ser prejudicado são minimizadas, já que você pode cancelar a compra a qualquer momento.

Se você é empreendedor online fique atento a essas dicas também, pois esses tópicos podem lhe auxiliar a melhorar a credibilidade de seu site.

As informações são do Tecmundo.

Categorias