Os conhecimentos essenciais para começar a desenvolver sites


Antes de se desesperar com a ideia de criar um site sozinho, leia esse post e veja como é fácil criar um site começando os estudos agora!

Se você é uma empresa, bem, você já deveria ter um site. Sim, antes mesmo de ter uma página no Facebook. Ter um site, hoje em dia, é uma necessidade e não um diferencial. E, para uma organização, um site hospedado na web traz profissionalismo e credibilidade.

Já, se você é uma pessoa que quer usar um endereço na web para outro objetivo (que não o comercial), ter um site será um diferencial incrível para você. Tanto em termos de experiência profissional, como em relação ao destaque e a credibilidade que um site pode proporcionar.

Imagine hospedar o seu CV no seu próprio domínio, que poderá conter o seu nome, seguido de .com ou .com.br. Pode parecer insignificante, mas tenho certeza de que é uma excelente estratégia para impressionar um recrutador ou até para conseguir trabalhos ‘freela’.

Você pode estar pensando: – “ OK! OK! Entendi, criar um site é muito importante! Mas eu nem sei por onde começar! ”

Você não precisa de muito conhecimento para criar um primeiro site que seja digno de aplausos e esse post é inteiramente sobre isso. Basicamente, nas próximas linhas, você irá entender o que é necessário para criar um site incrível do início ao fim!

Contudo, precisamos deixar claro um ponto: existem muitos tipos de sites e portais web. Alguns com recursos simples e outros mais complexos. Esse post vai seguir a ordem natural de aprendizado, focando no desenvolvedor. Portanto, ele foi organizado em 4 níveis de conhecimento , ou seja, do mais básico ao mais complexo. Levando em consideração que, quanto mais complexo for o seu site, mais tempo você terá que despender para aprender sobre determinadas tecnologias de desenvolvimento web. Dito isso, vamos ao primeiro nível!

Nível 1: Primeiros passos com WordPress

Hoje em dia, com zero ou muito pouco conhecimento técnico, você já consegue criar o seu próprio site em cima de uma plataforma como o WordPress, por exemplo.

Apesar de ser um primeiro site, nessa etapa já é possível criar algo extremamente profissional, pois você estará trabalhando em cima de um template que já foi criado por um profissional. Nesse caso, o seu trabalho será apenas customizar o tema (template) escolhido com as suas informações ou informações do seu negócio.

Essa primeira experiência é essencial para você começar a entender o básico sobre como funciona uma hospedagem web. E, se você tiver qualquer dúvida quanto a como proceder, em qualquer etapa, você pode usar o suporte da empresa de hospedagem que você contratou. Comigo, sempre que precisei, meus problemas e dúvidas foram solucionados.

Aí você me diz: “Certo, entendi, mas como começo!? ”

É simples! Procure um serviço de hospedagem , onde exista um plano próprio para a plataforma WordPress”. Com essa facilidade, você irá conseguir criar um site WordPress em questão de segundos. E, como comentei, sem precisar ter conhecimentos em HTML, CSS ou qualquer outra linguagem de programação, pois você irá começar utilizando templates.

À medida que você for avançando os seus conhecimentos de desenvolvimento web, você pode optar por usar outras plataformas e métodos de criação de sites ou, se você gostou do WordPress, pode também continuar usando a plataforma para seus projetos. Quanto mais você souber sobre as tecnologias que compõem um site WordPress (HTML, CSS, JavaScript, PHP e entre outras…), melhor e mais customizado será o resultado final do seu desenvolvimento.

Então, vamos ao próximo nível, conhecer um pouco mais sobre os conhecimentos necessários para avançar como um desenvolvedor Web!

Nível 2: Site estático com HTML e CSS

Agora que você já está no segundo nível e já conhece um pouco sobre o funcionamento de serviços de hospedagem web, está na hora de começar a lidar com duas tecnologias que são extremamente utilizadas para o desenvolvimento de sites: HTML e CSS.

  • HTML é a linguagem de marcação responsável por apresentar o conteúdo do seu site (imagens, textos, vídeos, iframes, gifs, etc. );
  • CSS é uma linguagem de folha de estilos que será a principal responsável pela apresentação visual e pelo estilo do seu website. Resumindo, se um site é bonito, as chances do CSS ser o principal responsável por isso são altíssimas!

Esses dois conhecimentos são essenciais para quem deseja aperfeiçoar suas habilidades em desenvolvimento web. Portanto, se você ainda não sabe nada de HTML e CSS, procurar um curso sobre as tecnologias é o primeiro passo.

Conhecendo essas duas tecnologias, você estará apto a criar um site estático, com conteúdo, visual interessante e profissional, trazendo credibilidade para o seu negócio ou site pessoal. Veja um exemplo de uma página demonstrativa , que criamos usando apenas HTML e CSS.

Para saber a diferença de um site estático para um site dinâmico, leia esse artigo .

Precisamos falar sobre Front-end vs Back-end…

Antes de prosseguirmos para os próximos dois últimos níveis da trajetória inicial de um desenvolvedor web, precisamos esclarecer o que é programação front-end e back-end.

Programação front-end é quando estamos lidando com a parte visual de uma página web: o conteúdo da página (HTML), o estilo e cores (CSS) e o comportamento da página (JavaScript). Em outras palavras, aquilo que você consegue enxergar como usuário.

Já, programação back-end é quando estamos adicionando integração com Banco de Dados. Pense em um ecommerce que, a cada compra, armazena as informações do cliente em uma base de dados. Para que isso aconteça, é necessário aplicarmos programação back-end no site, utilizando as linguagens adequadas para isso. Essas linguagens serão as responsáveis por fazer a conexão do seu site com o banco de dados. Para saber mais sobre os diferentes tipos de linguagens de programação, objetivos, diferenciais e entre outras características de cada uma, acesse esse artigo na Becode.

Pronto! Agora podemos seguir com os níveis!

Nível 3: JavaScript, jQuery e Programação Front-end

Chegou a hora de adicionar um pouco de programação front-end aos seus sites. Até então, apenas com HTML e CSS, não há linguagens de programação na jogada. Agora, com a adição do JavaScript, é possível acrescentar funcionalidades e movimento ao site. Em outras palavras, agora você poderá apresentar um comportamento para o conteúdo que estava armazenado no seu site (HTML), agregando ainda mais valor para o visual da aplicação (CSS).

Obs: ainda não é um site dinâmico, pois ainda não possui a parte de back-end e banco de dados. Apesar de ser possível, atualmente, trabalhar com JavaScript no back-end.

Obs2: procure aprender jQuery em conjunto com o JavaScript. O jQuery é uma biblioteca que facilita (e muito!) a utilização do JavaScript.

Enfim, agora que você já conhece HTML, CSS e JavaScript, a sua vida ficou ainda mais fácil, pois você pode trabalhar com templates HTML também (além dos templates WordPress apresentados anteriormente). Antes você até poderia se aventurar com templates HTML, mas as chances de você fazer besteira eram altas.

Bom, trabalhar com templates HTML é extremamente simples, basta ter conhecimentos em HTML, CSS e JavaScript , fazer o download e começar a trabalhar no seu projeto.

Se você se interessou na ideia, dê uma olhada nesse artigo , nele há um tópico chamado ‘templates’, em que cito diversos sites que você pode acessar para encontrar o template ideal para o seu projeto de site (HTML e/ou WordPress).

Nível 4: Banco de dados e programação back-end

Se você chegou a esse nível, ou seja, já passou pelas etapas de aprendizado sobre o funcionamento de uma hospedagem web, conhece tudo de HTML, CSS, JavaScript e está prestes a começar a usar linguagens de programação back-end e sistemas de gerenciamento de banco de dados no seu site, preciso dizer: parabéns, você é quase um profissional!

Esse é o último nível da trajetória inicial (não da carreira!) de um desenvolvedor Web!

O profissional, para chegar nesse nível e conseguir construir um site profissional e dinâmico, precisa saber de programação back-end e de integração com banco de dados. Em outro post, listamos os principais SGBDs do mercado , caso você deseje saber mais sobre o assunto “banco de dados”.

Com o conhecimento em uma linguagem de programação back-end e em um banco de dados, é possível criar sites completos e mais robustos, como ecommerces e sistemas web completos.

A grande maioria dos sites presentes na web utilizam essa dupla (banco de dados e linguagens de programação). Quer exemplos? Youtube, Twitter, Facebook, globo.com, ou ainda, o próprio site da KingHost , da Becode e da TargetTrust.

Claro, outras tecnologias podem estar envolvidas, mas a base é sempre esta: linguagens de programação back-end, front-end e sistemas de gerenciamento de banco de dados!

Resumindo tudo!

Pode parecer muita coisa, mas não se desespere! Neste artigo, apenas descrevi a trajetória natural de um desenvolvedor web. Lembrando que desde o primeiro nível você já consegue criar um site extremamente profissional e completo. Você só precisa ter força de vontade e sair um pouco da zona de conforto.

Quando você chegar no nível 4, você já será capaz de construir um sistema robusto do zero ou, se preferir, começar a partir de um template HTML ou WordPress, também é possível. Nesse caso, você conseguirá customizar praticamente tudo. O que trará ainda mais credibilidade para o seu site.

Após o 4º nível, qualquer conhecimento adicional será lucro. E, acredite, existem diversas ferramentas e facilitadores que podem ajudar você a construir sites cada vez melhores. Contudo, é importante que fique claro que essa é a base que você precisa ter. Em outras palavras, os conhecimentos essenciais!

Se você é iniciante, pense da seguinte forma: em primeiro lugar, preciso chegar no nível 4. Após isso, irei incrementar minhas habilidades, com conhecimentos em frameworks JavaScript, Bootstrap, técnicas de design e UX, enfim, o que você preferir. Como falei, são diversos facilitadores e ferramentas que com certeza serão úteis em diversos projetos futuros. Entretanto, antes de querer aprender todos ao mesmo tempo, é muito importante ter uma boa base de conhecimentos!

Então, é isso aí, espero que esse post tenha ajudado você a esclarecer o que é necessário para criar um site, desde o nível mais básico até o mais complexo. Se você tiver qualquer dúvida, sugestão ou até críticas, irei responder com prazer nos comentários abaixo. Então, comente! Abraços e até a próxima!

Erick Scudero

Erick Scudero

Cofundador em Becode
Especialista em Marketing Digital, Web, UX Design e SEO. Durante sua jornada de "férias" na terra dos cangurus, trabalhou em diversos projetos prestando consultoria em questões de usabilidade, SEO, Marketing Digital e modelos de negócio com foco em startups. Foi um dos fundadores da Becode, hoje é responsável pelo Marketing do grupo TargetTrust/Becode
Erick Scudero

Últimos posts por Erick Scudero (exibir todos)

Comentários

comentário(s)

Categories