Como transformar seu site em uma máquina de geração de leads


Leads são clientes potenciais de quem uma empresa deseja se aproximar, conseguir seus dados de contato e, com o tempo, ao conhecê-las melhor, definir se são realmente clientes potenciais e fazer todo um trabalho com eles, para converter vendas. Quando um empreendedor investe em um site com o objetivo de atrair leads, ele deve entender que as providências a serem tomadas podem ser divididas em duas partes principais:

  • O site em si: design, usabilidade, SEO e conteúdo.
  • Outras mídias: redes sociais, e-mail marketing, Adwords e outros formatos de anúncios.

Um site bonito, fácil de navegar e com um conteúdo relevante para seu público é fundamental para que os leads atraídos por meio das outras mídias se mantenham por lá, deixem informações e convertam compras (conforme seus objetivos). Veja, a seguir, como fazer isso pode até dar muito trabalho, mas a internet fornece tudo que você precisa para aumentar suas vendas, é só arregaçar as mangas e começar!

Transforme seu site em uma máquina de leads

O marketing digital envolve uma série de atividades. Conheça as principais e como implementar em seu site para transformá-lo em uma máquina de leads.

Parte um: preparando seu site

1- Design

É muito importante que seu site seja atrativo e com aparência profissional. Por isso, a contratação de designers especializados e programadores é fundamental na hora de criar o layout do site com uma boa navegabilidade e usabilidade.  A chamada UX, User Experience, é a forma como seu cliente experimenta diversas interações com seu site. E quanto mais ágil, intuitivo e agradável isso for, mais tempo e atenção o usuário dedicará à sua página. E se você acha que isso pode ficar caro, existem alternativas, como usar plataformas de concorrência criativa online, em que diversos designers aguardam seu pedido para competir entre si e oferecer uma solução atrativa para seus clientes, de alta qualidade e com um ótimo preço.

2- SEO

Seu site em si, além de agradável ao cliente, deve ser fácil de ser encontrado através dos mecanismos de busca nos resultados orgânicos, o chamado Search Engine Optimization (SEO). Assim, se sua página tem um bom SEO, isso significa que você escolheu as palavras certas para compor seus textos, as mesmas palavras que os clientes com o perfil desejado procuram na internet. Por isso, cada página do site, inclusive as landing pages (páginas para onde seus clientes serão atraídos para executar alguma ação de seu interesse), já devem contar com palavras-chave que são muito procuradas pelos seu público-alvo.

3- Marketing de conteúdo

É claro que as páginas do seu site não vão comportar um número enorme de palavras-chave, por isso, uma das mais usadas estratégias de marketing digital, o marketing de conteúdo, utiliza, dentre outras táticas, um blog dentro de seu site. Nele, além de poder incluir um grande número de palavras-chave, é preciso redigir artigos de interesse de seu público, que ao lê-los, vai se interessar por seus produtos e serviços, conhecendo mais sobre eles e outros assunto do interesse dele.

É importante também, em alguns desses posts, oferecer outros conteúdos mais profundos, como e-books, infográficos, e até mesmo testes gratuitos de seus serviços, em troca do preenchimento de informações, como e-mail, nome e telefone. Com isso em mãos, sua equipe de marketing e comercial podem iniciar o envio de mais materiais para esses leads, via e-mail marketing, detectando seu interesse crescente nos serviços ou produtos de seu site, até conseguir entrar em contato, mesmo por telefone, para fechar uma venda.

Atualmente, o marketing de conteúdo, auxiliado pela automação de marketing, é considerado uma das mais poderosas maneiras de como gerar tráfego qualificado para seu site. Automação de marketing, consiste no uso de softwares especializados que, em função das atividades de seus clientes em seu blog e mídias sócias, determina que tipos de mensagens de e-mail devem ser enviadas automaticamente para eles. Essas ferramentas de automação, até mesmo podem determinar em que momento seus leads estão maduros para receber uma ligação da força de vendas. Essas informações facilitam, muito a captação e qualificação desses leads, para transformar sua loja em uma máquina de vendas.

Parte dois: usando outras mídias

Captar leads para seu site também deve incluir o uso de redes sociais e anúncios em mídias pagas. Essa prática, conjugada com os materiais e textos que você produziu em sua estratégia de marketing de conteúdo, costuma gerar excelentes resultados. Assim, as páginas com formulários (Landing Pages) para captar informações de contato de leads, podem ser a mesmas. Apenas a origem desses leads é que será outra.

Todos os seus posts no blog podem ser divulgados no Facebook, Twitter, Linkedin, Instagram e outras plataformas sociais. Veja algumas maneiras de como fazer isso:

1- Redes sociais

Além de divulgar seu conteúdo nas timelines de cada uma dessas redes, existem diversas modalidades de anúncios pagos, dependendo da plataforma escolhida. Uma alternativa que gera resultados interessantes é o Facebook Lead Ads. Nesse tipo de anúncio, você pode incluir um formulário para captar os dados dos clientes diretamente em um post do Facebook, em troca de um material como e-book ou de um trail de software, por exemplo.

2- AdWords

Toda vez que você digita uma palavra para fazer uma busca no Google, alguns links pagos, nas 4 primeiras linhas, por exemplo, aparecem para os usuários. Você pode incluir links para seu site (e landing pages) nesse tipo mídia.

3- Anúncios em outros sites

Uma das formas mais fáceis de anunciar na internet é criar banners que direcionam para seu site (ou para páginas com formulários de captação de leads em seu site) e usar o Google para isso, a chamada Rede de Display. Você define o perfil de interesse de seus clientes e o Google, automaticamente, direciona para os sites certos, dentre os milhares que fazem parte de sua rede de afiliados.

Para resumir tudo que dissemos, entenda o seguinte: você precisa criar as chamadas landing pages, páginas onde existem formulários para que os leads deixem seus dados em troca de e-books, cursos grátis, acesso a newsletters e outras vantagens. De outro lado, por meio de um bom SEO em seu site e em seu blog (com conteúdo relevante) e de outras formas de divulgação, como mídias sócias e anúncios na web, você precisa atrair as pessoas até essas páginas de seu site.

Siga essas recomendações e, em pouco tempo, seu site terá se transformado em uma máquina de geração leads.

Este post foi escrito por Gustavo Mota, Fundador e CEO da We Do Logos

Gustavo Mota

Gustavo Mota

Fundador e CEO em We Do Logos
Formado em design gráfico, pós-graduado em Marketing pela IBMEC, trabalha com internet há 14 anos. Possui larga experiência em soluções online e fundou uma das primeiras plataformas brasileiras de crowdsourcing, a We Do Logos.
Gustavo Mota

Comentários

comentário(s)