4 frameworks front-end populares em 2017


Design responsivo é o desenvolvimento de soluções online que se adequam automaticamente a diferentes tamanhos de telas como celulares, tablets e desktop. Atualmente a necessidade de investir nesse tipo de solução é muito grande, pois os acessos via dispositivos móveis estão a cada dia mais frequentes.

Existem frameworks que apoiam esse desenvolvimento e facilitam o trabalho do desenvolvedor/designer. Eles são padrões de CSS e código que oferecem agilidade e eficácia para desenvolver. A seguir, vamos apresentar alguns desses recursos:

Bootstrap

bootstrap - Cópia

É um dos frameworks responsivos mais conhecidos e utilizados da atualidade. Bootstrap é um sistema desenvolvido em código aberto, hospedado, criado e mantido pelo GitHub.

  • Cridores: Mark OttoJacob Thornton.
  • No mercado desde: 2011
  • Versão atual: 3.3.7
  • Popularidade: mais de 111,000 no GitHub
  • Princípio: RWD e mobile first.
  • Tamanho do Framework: 154 KB
  • Pré-processadores: LessSass
  • Responsivo: Sim
  • Modular: Sim
  • Templates/layouts: Sim
  • Ícones: Glyphicons Halflings
  • Extras/Add-ons: muitos plugins disponíveis.
  • Unique components: Jumbotron
  • Documentação: Boa
  • Customização: Personalizador básico de GUI. É preciso inserir os valores de cores manualmente, porque não há nenhum selecionador de cores disponível.
  • Suporte de Navegador: Firefox, Chrome, Safari, IE8+ (é preciso Respond.js para IE8)
  • Licença: MIT08

Foundation

foundation - Cópia

Um framework bastante avançado e com funções semânticas, além disso, eles prometem um código limpo e rápido. O framework também disponibiliza uma ampla documentação com diversos exemplos para acelerar o aprendizado da sua utilização.

  • Cridores: Mark OttoJacob Thornton.
  • No mercado desde: 2011
  • Versão atual:6.3.1
  • Popularidade: mais de 25,400 no GitHub
  • Princípio: RWD, mobile first, web semântica.
  • Tamanho do framework: 197.5 KB
  • Pré-processador: Sass
  • Responsivo: Sim
  • Modular: Sim
  • Templates/layouts: Sim
  • Ícones: Foundation Icon Fonts
  • Extras/Add-ons: Sim
  • Documentação: Boa, diversos recursos adicionais disponíveis.
  • Customização: Personalizador de GUI básico semelhante à ferramenta do Bootstrap.
  • Suporte de navegador: Chrome, Firefox, Safari, IE9+; iOS, Android, Windows Phone 7+
  • Licença: MIT

Semantic UI

Super inovador, o Semantic UI faz parte de um esforço contínuo para tornar os sites de construção muito mais semânticos. Com descreve o seu mote “Uma estrutura de componente de UI baseada em princípios úteis da linguagem natural”, ele utiliza princípios de linguagem natural, tornando o código muito mais legível e compreensível.

 

  • Cridor: Jack Lukic
  • No mercado desde: 2013
  • Versão atual: 2.2
  • Popularidade: mais de 34,000 no GitHub
  • Prinicípios: Semântico, ambivalencia de tags, responsivo.
  • Tamanho do framework: 806 KB
  • Pré-processador: Less
  • Responsivo: Sim
  • Modular: Sim
  • Templates/layouts: Sim, alguns templates iniciais são oferecidos.
  • Ícones: Font Awesome
  • Extras/Add-ons: Não
  • Documentação: Muito boa. Ele oferece uma documentação muito bem organizada. Além disso, o usuário conta com um site para aprender a utilização do framework que oferece um guia para começar.
  • Customização: Sem customizador via GUI, apenas customização manual.
  • Suporte de navegador: Firefox, Chrome, Safari, IE10+ (IE9 with browser prefix only), Android 4, Blackberry 10
  • Licença: MIT

Pure

Pure é um framework leve e modular – escrito em CSS puro – que inclui componentes que podem ser usados em conjunto ou separadamente dependendo de suas necessidades. Esse framework front-end oferece estilos chamados “barebones”, ou seja,  são ideais para um projeto limpo e leve. Ele funciona bem para pessoas que não precisam de uma estrutura completa, mas querem apenas componentes específicos para incluir e completar um trabalho.

  • Criador: Yahoo
  • No mercado desde: 2013
  • Versão atual: 0.6.2
  • Popularidade: 16,637 stars on GitHub
  • Princípio: SMACSS, minimalismo.
  • Tamanho do framework: 16 KB
  • Pré-processador: Nenhum
  • Responsivo: Sim
  • Modular: Sim
  • Templates/layouts: Sim
  • Ícones: Nenhum. É possível usar o Font Awesome.
  • Extras/Add-ons: Nenhum
  • Documentação: Boa
  • Customização: GUI básica “Skin Builder”
  • Navegadores suportados: últimas versões de Firefox, Chrome, Safari; IE7+; iOS 6.x, 7.x; Android 4.x
  • Licença: Yahoo! Inc. BSD

Listamos essas 4 opções de frameworks front-end que são populares e possuem uma boa reputação em relação a sua qualidade. Escreva nos comentários quais frameworks opensource você utiliza e contribua para melhorar essa lista.

Para hospedar seus projetos em um ambiente com tecnologia de ponta, conheça os planos de hospedagem compartilhada ou planos para desenvolvedores da KingHost.

Leonéia Evangelista

Leonéia Evangelista

Analista de Conteúdo em Kinghost
é bacharel em Comunicação Digital pela Unisinos e mestre em Bibliotecas Digitais pelo programa Digital Library Learning (Erasmus Mundus). Trabalha com web há mais de 8 anos e atualmente cursa MBA em Marketing Estratégico.
Leonéia Evangelista

Comentários

comentário(s)